Sunday, June 15, 2014

Fase 2

Já faz tempo que não escrevo um relatório aqui da minha jornada minimalista, mas é porque faz tempo que não me esforço em me tornar mais minimalista.

A verdade é que é facil jogar fora as coisas que sabemos que não usamos e que está lá só para atrapalhar, mas depois que essas coisas vão embora e você fica com as coisas que "gosta"... aí é mais difícil.

Dá vontade de dizer, "eu gosto e vou ficar com isso!" Mas o fato de eu gostar de algo não significa que aquele algo é necessário, ou mesmo está acrescentando algo em minha vida.

Acho que a última coisa que doei por exemplo foi o berço da minha filha de 9 meses. Eu tinha um berço e um chiqueirinho. Quando ela era menor ela usava o berço para dormir e eu colocava ela no chiqueirinho para brincar, mas faz tempo que ela não aceita mais ficar no tal chiqueirinho para brincar... Aí percebi que possuía dois itens para a mesma função... Pensando minimalisticamente, tive que decidir com qual ficar...

Escolhi o chiqueirinho por ocupar menos espaço e ser mais prático.

Engraçado, que depois que eu falei com a pessoa que ia ficar com o berço me bateu o maior arrependimento. Fiquei pensando que eu ia sentir saudades, que o berço era mais seguro, que eu podia mais tarde precisar dele. Mas aí já era tarde. A pessoa já tinha combinado de vir buscar o berço.

Hoje, no quarto sem o berço eu dou risada em pensar que me apeguei tanto com ele, sendo que tenho preferido muito mais coloca-la pra dormir no chiqueirinho, além de sobrar mais espaço no quarto para ela engatinhar e fazer outras coisas.

Acho que estou entrando numa "fase 2" do minimalismo... A fase 1 foi fácil, jogar fora tralhas, roupas que não cabem, ou até mesmo com pequenos furos, etc. Doar os brinquedos que as crianças não usam, me livrar de coisas desatualizadas, como CDs de músicas que já estão no meu celular, e que eu nem tenho onde tocar, pois não tenho um "toca CD" em casa...

Mas agora na fase 2, começa um outro tipo de questionamento: consigo viver sem?


No comments:

Post a Comment